sábado, 12 de março de 2011

Aprendiz de blogueira - Outro capítulo não numerado (Rodapé que virou post)

por Ruth Scaff

Apesar de integrar o time fundador e todo poderoso de nosso querido Café&Veneno, não consigo passar todos os dias por aqui. Mas hoje passei pelo blog. Curiosa com o TT da Cris ( @crisflopes ) que disse ter falado de mim em seu novo post. Cris  é a nossa correspondente carioca que ainda nem conheço e já adoro tanto.Notem que desde que li o recado dela até agora já se passaram horas (dias¿) 

Com essa visita induzida aproveitei para ler os últimos posts e conheci a Taís. Comentei lá no postado dela e... digamos que resvalei na breguice ao me emocionar com toda aquela fofice sobre amizade.

Ruthita Maria tá precisando urgente deste livro!
                                                   
Mas, voltando ao post da Cris..Aí “não prestou” mesmo, como já ouvi alguns dizerem sem entender bem o que significava. Fiquei muito emocionada com o texto dela. Não só por ter citado meu nome e comentado meus poucos posts de um jeito carinhoso, mas sim por uma total identificação com seu conteúdo.
Um exemplo¿ Adoraria ter escrito os trechos a seguir pois na vida real eu faço igual que nem:

... nem gosto de convidar. Quero que meus amigos cheguem espontaneamente. No máximo um telefonema dizendo: “Estou indo praí.” Assim é que convém. Você não se sente na obrigação de servir mil coisinhas, correr aqui e ali para buscar aquilo... Inventa na hora, pede uma pizza, compra cerveja, liga o som e faz a festa. Aliás, como eu poderia ter alguma coisa contra o povo desta cidade que amo tanto e escolhi (...)
Querem sabe mais? Amo o meu país e a multicultura. Porém, leiam bem, não desmereço nenhum outro que conheço. Quero é conhecer mais e mais, que tenho enormes desejos a serem cumpridos.”

Resolvi comentar e... Novamente “não prestou”, risos... Comecei a desfiar pieguices do fundo do baú e quase fui às lágrimas, hehe!
E fui naquele meu jeito de quem não quer nada ou de come-quieta. Escrevi, escrevi e não parei mais.
Daí não deu outra. Lembrei da querida chefa que estimula a galera a postar. E quando vê meus comentários muito grandes incentiva a transformação desses em posts, dado o tamanho do blá blá blá.
E diante do imenso comentário pensei: Ahá! Aqui tenho um post. Fiquei feliz. Contrlceei, abri um arquivo do Word e ...
Contrlveei. Nada.
Nadica de nada...
Perdi tudo.
Aí, não sei se me animei ou desanimei e comecei tudo do zero e acabou que ao invés de comentar o post da querida Cris, resolvi treinar um pouco mais o meu aprendizado por aqui. E foi graças a ela ( @crisflopes ) que escrevi   um novo capítulo do Aprendiz de Blogueira, desta vez não numerado.
Os incentivos estão surtindo efeito.

Nota da editora: Na verdade foram dois novos capítulos não numerados porque transformei a nota de rodapé de tão imensa em um outro post. 

3 comentários:

  1. Agora quem se emocionou fui eu. Fui às lágrimas. Obrigada. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Ando me emocionando mais que de costume. Com o post da Cris, com o seu... Estou ficando repetitiva, mas amo vocês e amo o Café & Veneno, que revela pessoas, amigos (isso independe do tempo de convivência), qualidades, afinidades. É tanta coisa que não dá para falar. Fico por aqui. Beijos

    ResponderExcluir
  3. Céus! Fiquei roxinha de vergonha. Juro que esse post era pra explicar de onde veio o anterior. Por isso fiz essa super nota de rodapé.
    Hehe!
    PS- Chefinha querida, agradeço a indicação do livro. :)

    ResponderExcluir