sábado, 12 de março de 2011

Amigo é tudo de bom... E se não é tudo, é quase tudo!

por Taís Morais

Embalada pela chegada da Lola, minha Rodhesian Ridgeback e da sempre presente Nana, hoje eu gostaria de falar sobre amizade.Sobre Amizade verdadeira, daquelas que não nascem todos os dias e não se encontra em qualquer esquina.

"Odeio roupas de marca"  Nana,  a vira-lata
Ter um amigo não é guardá-lo do lado esquerdo do peito. É ter tempo para ele, mesmo quando nossos dias precisam ter 25 horas. Ser amigo é lembrar-se sorrindo das coisas mais corriqueiras e das piadas mais sem sentido das quais você morreu de rir.
                                                    
Ter um amigo é acordar com saudade do colo, do ombro, do sorriso.
É compartilhar juntos a falta de dinheiro, a promoção, a alegria e as vitórias.
É sorrir junto das desgraças e estender a mão com carinho e solidariedade não querendo nada em troca.
                                                    
"Oba, ganhei casa nova com quintal"   Lola, a de pedigree
                                                                    
Ter um amigo verdadeiro é sentir que seus caminhos são ermos sem os passos companheiros.
é, quando a ausência se torna verdadeira, que sua existência está fria e vazia.
 é sentir o coração bater forte de saudade das cervejas tomadas a dois e das piadas sem graça das quais rimos juntos.
                           

Ser amigo é não ter vergonha de pedir companhia para almoçar,
De chorar e xingar e de sofrer com alguém para te aninhar quando o peito não aguenta mais sozinho.

Ser amigo é sentir um sabor amargo de saudade
É escrever uma carta que você não vai mandar, mas vai entregar na primeira oportunidade
é nunca sentir o vazio da solidão.

Ter um amigo é ter lembranças boas,
De noites enluaradas,
De gargalhadas perfeitas,
De águas de coco tomadas ao vento,
De cantigas que apenas vocês ouviam.

Ser amigo é ter a certeza que mesmo com a distância você nunca estará só.
É guardar os ensinamentos e aprendizados;
Esperar o novo encontro mesmo que ele só aconteça vários anos depois,
É orar por aquele que se foi,
E nunca, nunca se arrepender de dizer um sereno e sincero:
Eu te Amo, Meu Amigo!

Nota do Editor: Nosso blog pode não ser politicamente correto, mas cultiva bons e sinceros sentimentos.  Nem sempre eles vão pra frente é bom que se diga. Mas nossas intenções sempre são as melhores. Sei sei, já estou ouvindo um engraçadinho dizer: "De boas intenções o inferno está cheio". Mas esse é tema pra outro post. Bye! Vamos em frente que atrás tem gente...

3 comentários:

  1. Eu amo vocês, amigos do @cafeveneno e @cafeconversa. Espero o nosso próximo encontro, que, graças a Deus, não vai demorar. Adorei o texto, Taís.

    ResponderExcluir
  2. Droga! Acabo de postar um comentário liiiindooo! Mas ele SUMIIUU! Que droga! GRRRRR...! Bom Taís, eu quis dizer no comentário desaparecido que amei seu texto e concordo "total"
    No entanto, eu disse também que o pessoal do blog contraria um pouco essas regras sobre a amizade. E foi de repente que todo mundo se apaixonou. E aposto que nós dua também vamos ser amigas logo. Quem sabe na próxima reunião de pauta? E será amizade boa e verdadeira dessas que não existem aos montes e que não se encontram na esquina...
    "Sim/ É como a flor// De água e sol, luz e calor// O amor precisa para viver// De emoção/ E de alegria// E tem que regar todo dia//SIM!"
    Bóra tentar?

    ResponderExcluir
  3. Ainnnn, que lindo, Ruth.
    Amizade para mim é algo tão profundo que sempre que posso, estou por perto, quando nao posso, mando recadinho. Do tipo pegajosa? talvez!
    Mas amoooo muito as pessoas que fazem parte da minha vida, inclusive vocês, do café, do veneno e do dia a dia...

    beijossss

    ResponderExcluir