terça-feira, 17 de maio de 2011

Não brigo com a insônia, aproveito até pra arrumar guarda-roupa...

Por Cris Lopes
Acordei tarde depois de uma noite de insônia. Peguei no sono por volta de três da manhã. Ficar sem dormir não me angustia. Geralmente aproveito esse tempo para fazer alguma coisa útil, nem que seja arrumar guarda-roupa.  Parece coisa de doida, não é mesmo? Garanto que é melhor colocar coisas em ordem do que ficar rolando na cama em busca de um sono que não vem. Tenho um amigo que prefere se levantar, sair de casa na madrugada e realizar uma caminhada no Lago Sul. Depois de noventa minutos, retorna com o céu ainda escuro. Cada doido com sua mania.
Em frente ao Clube Militar, Rio
Depois de um café da manhã no capricho, também fui caminhar, mas na trilha Cláudio Coutinho e depois tomar um banho de mar. Era o meu plano, a princípio. Caminhar, tomar um banho rápido de mar e voltar para casa. No meio do passeio, recebi um telefonema de amigos de Fortaleza me avisando que estavam no Rio. Não deu outra, marquei encontro ali mesmo, na Praia Vermelha, no restaurante do Clube Militar, assim poderia aproveitar mais um pouco a minha caminhada.

Como é bom encontrar amigos que não vemos há mais de um ano! Adoro Lucineide e Valter, a bem da verdade, amo a família inteira e temos encontro marcado todos os anos. Este ano teremos mais um, a menina Fabíola vai se casar e no Ceará. Estarei.
Acertei em cheio no lugar para o almoço. Restaurante descontraído, com uma boa parte do salão ao ar livre, mais a surpreendente vista para o mar e montanhas, além dos barcos dos pescadores. A escolha agradou e me deixou feliz. Eu havia pensando no Bar da Amanda (por ser mais descontraído) e agora virou point gay feminino. Mas, mesmo que eu não o queira, excessos de carinho entre meninas me incomodam um pouco.  Não estou dizendo que deixarei de frequentar aquele bar e comer a sardinha preferida. Apenas diminuirei a frequência.
Praia Vermelha, Rio...
O almoço foi delicioso. Comemos polvo no vinagrette. Eu pedi linguado com alcaparras e os amigos foram de salmão. Depois do almoço e de muita conversa, resolvemos que a sobremesa seria aqui em casa, já que Valter e eu somos da turma dos diabéticos. Como havia docinhos diet em casa... Viemos caminhando aproveitando a excelente temperatura, o sol e o passeio pelo bairro.
Agora, mudando de conversa, deixo um recadinho para uma mulher de luta: Amiga, Jesus, parabéns. Perdoe-me por não ter ido à sua colação. Admiro demais uma mulher que, depois de lutar de todas as maneiras, criou com sucesso os filhos e, depois dos sessenta anos, enfrentou um vestibular, realizou um sonho e colou grau na UnB junto com o filho caçula. Sei que fui bem representada em sua festa.

13 comentários:

  1. Vivaaa! A Cris voltou a escrever falando do Rio. Continue, escreva mais e mais. Vou comentar o poema que o blog postou.
    Ah, parabéns pelas fotos.

    ResponderExcluir
  2. Belas fotos e texto muito simpático. Gosto do jeito que escreve. Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. gostei muito das fotos e o lugar nem se fala, Praia Vermelha é linda demais...

    ResponderExcluir
  4. Ana C. Francisco17 de maio de 2011 15:29

    Sempre seguindo os posts. Saudades do Rio. Gosto muito quando escreve falando na cidade, comidas, pessoas. Tenho a impressão que estamos conversando.

    ResponderExcluir
  5. "...excessos de carinho entre meninas me incomodam um pouco". Cuidado menina, a Marinor pode não gostar do trecho escrito no artigo, que mostra um Rio pouco divulgado. Contra a insônia beba um uisquinho antes de dormir.

    ResponderExcluir
  6. Adorei sobre seu amigo que caminha pelo Lago Sul, mas prefiro sua praia! Parabéns a sua amiga que se formou na UNB com o filho. Bjs.

    ResponderExcluir
  7. Adoro a Praia Vermelha e a trilha Cláudio Coutinho. Vou experimentar o restaurante.
    Ah, comentei lá no post do poema.
    Socorro

    ResponderExcluir
  8. Cris,

    é ótimo ler o que vc escreve. Quem adora o Rio curte muito. Vou morar aí um dia. Adorei o os pedidos de vcs no restaurante. Só que tem que ir mais de uma vez para experimentar de tudo. Um abração a todos. A gente se ve em breve.
    Rachid

    ResponderExcluir
  9. Cris,
    Talvez vc ache estranho eu comentar como anônimo assinando em baixo, mas é que não tenho conta no google e nem quero entrar em orkut.
    Esqueci de dizer sobre a insônia. Eu também não brigo mais com ela. Eu não a tenho quando bebo meu whisky(nho), isto é, quase todos os dias.
    Bjs e um abraçào pro Weerneck e Bi.
    Rachid

    ResponderExcluir
  10. Muito simpático o seu blog. Seu texto é leve, saboroso. Bj.

    ResponderExcluir
  11. Minha primeira vez lendo o Café & Veneno.Gostei tanto de você falar em lugares que conheço tão bem. Agora é época de chuva e teremos que dar um tempo na trilha e na nossa praia preferida. Moro ali perto.
    Vou ler o post que você recomendou hoje. Beijos

    ResponderExcluir
  12. Querida, li os posts que você me recomendou e os comentei. Agora é a vez de comentar o seu. Tudo que eu queria dizer já disseram: Ótimo. Beijos,
    Mariana Shar

    ResponderExcluir
  13. Queridos,
    obrigada pelas postagens. Até breve. O Café&Veneno está sempre postando. Leiam todos os textos que vão adorar. Tem para todo gosto.

    ResponderExcluir